Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Anilton Levy


Domingo, 25.05.14

Poema ÁFRICA

África

Aprende que és o berço da humanidade
És a mãe de todos os povos
Desde muito cedo viste os teus filhos partirem
À procura de novas oportunidades
Muitos por querer
Outros por obrigação
Muitos forçosamente partiram
Com lágrimas nos olhos
Sem querer, foram acorrentados
Choras pelos teus filhos
É triste vê-los maltratados

África
És a fonte de tudo
És o início do mundo
Com várias vidas
Histórias marcadas no tempo
Animais de todas as espécies
Frutas com diferentes sabores
Montes e vales
Rios e mares
Mãe de diferentes ritmos
De danças e mitos
Cheia de herança
Rainha da esperança

África
Diz-me se proteges o povo contra essas doenças
Diz-me!
Quanto dos teus filhos já morreram
Por causa do HIV?
Tens fome?
Porquê, África?
Dizem que tens petróleo, ouro, diamante...
A culpa é do homem branco,
Não é?
Diz-me, África
Não tenhas medo
Fala comigo e com o mundo

África
Sabes o que significa liberdade?
Sabes distinguir a mentira da verdade?
Sempre lutaste contra a maldade
Dos teus filhos que partiram, sentes saudade
A ti e aos teus filhos desejo felicidade

 

Anilton Levy

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Anilton Levy às 05:00

Sábado, 08.03.14

Poesia Mulher

 

 

poesia de Anilton Levy, Mulher

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Anilton Levy às 15:14

Domingo, 02.02.14

Poesia Ilha do Fogo de Anilton Levy

Poesia Ilha do Fogo, de Anilton Levy

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Anilton Levy às 07:53

Sexta-feira, 06.12.13

Nelson Mandela: O filho da África


Nelson Mandela

O líder
O lutador
O homem da liberdade
O filho da África
O grande homem do mundo

Foi condenado e preso
Por aqueles que temiam a sua inteligência
E a sua força de contagiar multidões

A sua força renasce nos versos
Na tela, na voz e nos traços
Daqueles que ainda lutam pela dignidade
Do homem e da humanidade

Mandela resistiu
Insistiu pela igualdade
Mandela partiu
Deixando rios de saudade


Anilton Levy

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Anilton Levy às 22:10

Domingo, 15.09.13

Anilton Levy premiado no Brasil, Premio Arthur Rimbaud 2013

Anilton Levy premiado no Brasil, Premio Arthur Rimbaud 2013.

“A minha poesia está sendo reconhecida lá fora que bom, fico contente, mais ganha para Cabo Verde.”

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Anilton Levy às 17:18

Quarta-feira, 11.09.13

11 de Setembro dia de Reflectir o Mundo


11 de Setembro
Dia que ficou na história
Muitas vidas perdidas
O espelho do mal desse mundo
Existe homem mau
Homem que quer guerra
Destruição
Derramar sangue

Provocar lágrimas
Dos inocentes

Que mundo é esse?

Isso não é liderança
É assumir quem é que manda
Quem tem mais destrói mais
Humanidade está perdida
Mundo de invenções
De invasões
De homens com armas na mão
Palavras perdem razões
Guerra entre nações

Resta pedir a Deus um novo mundo
Sem esses homens de maldição


Anilton Levy

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Anilton Levy às 12:41

Domingo, 14.07.13

Bana vivo na nos

B

Bana vivo na nos, poesia de Anilton Levy.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Anilton Levy às 11:31

Terça-feira, 25.06.13

Anilton Levy - Declama Poesia no Festival de Artes Integradas Cabo Verde

 

Anilton Levy declama poesia no FESTIVAL DE ARTES INTEGRADAS

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Anilton Levy às 08:01

Domingo, 16.06.13

Forsa criansa

Forsa criansa
Parabens dja bu nasi
Inda bo é criansa
Vida bu teni pa frenti
Apesar di injustisa,
Disafia prizenti
Na kada paso, disafiu permanenti

Na bo N odja speransa
Bo e omi di manhan
Luta, ki bus sonhus bu ta alkansa
Brinka oji, ka bu dexa pa manhan

Bo e nunbru un, só na boka
Mas na pratika, es poi politika
Ignoransa, injustisa
Dinheru y kubisa

E tristi odja lagua ta kai di bu odju
E inpusivel perdoa ken ki ta pou sufri
Txeu negadu nomi
Txeu inpididu di da omi
Txeu sa ta pasa fomi

Criansa,
Kel k bu fladu k bu ta fla
Kel k bu inxinadu k bu ta fazi
Idukason e bazi
E ten ki kumesa gosi
Luta pa bu ka perdi,
Studa pa bu vensi

"presente de uma criança espelha o seu futuro"
Não podemos exigir muito daqueles que pouco tiveram
AL

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Anilton Levy às 06:00

Segunda-feira, 20.05.13

Maio é mês de África

 

África

Aprende que és o berço da humanidade
És a mãe de todos os povos
Desde muito cedo viste os teus filhos partirem
À procura de novas oportunidades
Muitos por querer
Outros por obrigação
Muitos forçosamente partiram
Com lágrimas nos olhos
Sem querer, foram acorrentados
Choras pelos teus filhos
É triste vê-los maltratados

África
És a fonte de tudo
És o início do mundo
Com várias vidas
Histórias marcadas no tempo
Animais de todas as espécies
Frutas com diferentes sabores
Montes e vales
Rios e mares
Mãe de diferentes ritmos
De danças e mitos
Cheia de herança
Rainha da esperança

África
Diz-me se proteges o povo contra essas doenças
Diz-me!
Quanto dos teus filhos já morreram
Por causa do HIV?
Tens fome?
Porquê, África?
Dizem que tens petróleo, ouro, diamante...
A culpa é do homem branco,
Não é?
Diz-me, África
Não tenhas medo
Fala comigo e com o mundo

África
Sabes o que significa liberdade?
Sabes distinguir a mentira da verdade?
Sempre lutaste contra a maldade
Dos teus filhos que partiram, sentes saudade
A ti e aos teus filhos desejo felicidade

Anilton Levy

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Anilton Levy às 14:52


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Posts mais comentados