Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Anilton Levy



Quarta-feira, 03.10.12

Não sinto luz

Não sinto luz

De nada valeria o esforço

No meio de tanta escuridão

Apenas lagrimas…

Nada de luz

No chão restou lamas

Das águas que desprendam

O sol brilha

Mas a escuridão continua

Tanta escuridão, que chega a ser tudo (o) que vejo

Nada parece encaixar

Nada talvez seja a palavra certa para (o) tudo que vejo

(continua...)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Anilton Levy às 06:00


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Deixa Perguntas


buy livro Alma, Amor e Arte

ebook de poemas de Anilton Levy


calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031






on facebook